sexta-feira, 12 de setembro de 2008



saudade é essa estrada que só vai.

Um comentário:

Kafarnak disse...

e quem sabe o que ela vai encontrar do outro lado da ponte...

quem sabe lá esteja a fonte,
com o antítodo, com o anti-tudo,

para acabar com o medo,
para revelar o segredo,

que se encontra dentro
lá no centro,
no meio do nada.

para isso saque sua espada,
e corte a cabeça dourada,
do dragão de vento,
que ainda está sonolento.

pois quando ele acordar,
na certa vai te devorar...